11 de fev de 2009

Voltei. E pronta pra escrever. Será?

Olá!



Voltei, e prometo que não viajo mais nessas férias. Mas só porque não tenho mais tempo.

A viagem foi bem legal. Muito proveitosa e divertida! E deu pra “matar as saudades”!

Curtindo os últimos dias de férias antes da volta aos tubos de ensaio com líquidos borbulhantes e coisas do gênero. E, claro, explosões com reações violentas de sódio metálico.

Meio atrasada nos assuntos, tendo que deixar umas pautas para o site de lado, vou escrever agora pra pauta da edição 1040 da revista Capricho. O assunto é “Amizade virtual é sincera?”.





Oi, td bm, qr tc?



Quantas amizades virtuais não começam com aquela conversa que você jura que não vai dar em nada, que nunca mais vão se falar, que é só momentâneo... E de repente, você se dá conta que aquela pessoa tem as mesmas opiniões que você, gostos, sonhos ou até mesmo ideais.

Um tempo depois, aquele “ser” que você julga estar do outro lado da tela do computador lendo atentamente o que você escreve já sabe mais da sua vida do que a maioria dos seus amigos.

Como aquela pessoa só sabe da sua vida o que você informar, há certa “liberdade” para expor situações e pedir opiniões, sabendo que nada do seu passado vai influenciar nas respostas. Por outro lado, há o impedimento da distância quando se precisa de um abraço amigável. Tratando-se de amizades virtuais, deve-se sempre lembrar de “confiar desconfiando”, pois há muita gente legal teclando por ai e também muitos querendo aprontar com as informações que você inocentemente dá no meio de conversas cotidianas.



Pauta para o TDB.

3 comentários:

Tina disse...

oi guriaaa.... Teus textos continuam ótimos... Rolei de rir com o texto do vestibular e da febre amarela.. Vejo que tem uma veia humoristica aí.. A gnt c vê guria.. bJoo

Cindy disse...

ah, thanks :D gostei do seu post também. *---* amizade virtual, quando sincera (e segura, diga-se de passagem) é uma parte importante da vida. (: é um jeito de conhecer pessoas que naturalmente não conheceríamos. e aah, eu sou do paraná :D tenho que passar na UFPR na realidade; a UFSC é só para um amigo que eu gosto muito e que vive tão longe da minha pessoa *------* (e se eu passar lá e não aqui, me mudo, sei lá, dou um jeito mas tenho que passar na porcaria do vestibular, OASKOSAKOAS) :*

mika disse...

rs... "tri-legal" teu post, sabe que o destino é um molekinho travesso que nos pega kd peça rs... eu sei muito bem o quer quis dizer a distância é relativa quando se ama bju* mika