30 de dez de 2008

Lista de metas 2009 (?)

A maioria das pessoas que se consideram normais costumam fazer uma lista de resoluções, intenções ou similares para o ano seguinte quando o atual está por terminar.
Nunca fui de escrever as tais listas. Não digo que nunca tive uma, pois estaria mentindo. Mas nunca vivi um ano inteiro me baseando numa! Acho que é importante termos metas, pois sem elas a vida perde a graça. Mas não quer dizer que eu não possa ter novas metas a cada dia, ou então correr atrás delas sem tê-las escrito num papel no final do ano interior.


Para o site do Tudo de Blog

Post escrito muito rapidamente numa lan house por aí

3 de dez de 2008

Confusões à parte

Amizade entre pessoas de sexo oposto: uns defendem e acreditam, outros dizem ser impossível.

Eu tenho muitos amigos e faço parte do grupo que defende e acredita na amizade sincera e bacana que pode haver entre um garoto e uma garota, sem segundas intenções.

Claro que não é difícil de se encontrar garotas apaixonadas pelo amigo ou vice-versa. Isso é normal. Porém, não quer dizer que só porque você tem um amigo do sexo oposto, seja apaixonada por ele.

Não nego que já gostei de amigos meus. Atualmente, procuro distinguir bem isso, mas, às vezes, ainda rola uma confusão de sentimentos à parte com um ou outro. Mas isso é uma coisa natural, já que, ao meu ver, para você namorar alguém, precisa ao menos ter uma certa amizade com a pessoa. Até porque costuma-se criar laços de amizade com alguém que tenha coisas em comum com você, o que também acontece na hora que o coração “escolhe alguém para gostar”, mesmo que inconscientemente.

Enfim, acho a amizade entre pessoas de sexo oposto muito sadia e interessante, e normalmente não há segundas intenções, mas não dá pra negar que de vez em quando acontece. Muitas vezes é possível se ter uma conversa com seu amigo e perceber quais as reais intenções dele. Eu, por exemplo, tenho plena certeza de amigos meus que não tem nenhuma segunda intenção comigo, o que faz nossa amizade ser ainda mais forte e duradoura.