11 de fev de 2009

My life is changing faster that I imagined...

Começou. Aliás, não tem começo, meio ou fim. Você nasce com isso. Mudanças, mudanças, mudanças. As que você não gosta, as que você almeja, as que você preferia que nunca acontecessem, e aquelas que você esperneia na hora mas depois acaba vendo que era melhor assim.

E, nessas horas, vendo o desespero mútuo da mudança ocorrer antes do tempo nas caras de pessoas que você ama ou que nunca conversou na vida, é que se pode perceber como existem pessoas egoístas. E cai a máscara daquelas pessoas que você nunca imaginou que tivesse uma. Ou imaginava, mas preferia acreditar que era coisa da sua cabeça.

O pior é você se solidarizar com uma situação e acabar cedendo para não fazer seus amigos sofrerem. Sendo que muitos desses amigos nem saibam, muitas vezes, que você os considera assim. Aqueles que vão depois colocar a culpa em você, sendo que você deixou o que era melhor pra você por causa deles.

Mas, é a vida. Mudanças, mudanças, mudanças. Não sei como ainda não me acostumei totalmente com isso. Talvez o fato de a vida mudar sim, o problema é quando as pessoas supostamente “mudam”, mas na real só mostram o lado que sempre tentaram camuflar dos outros.

4 comentários:

Psicodellicuss Girl disse...

É realmente uma tarefa um tanto qto dificil encontrar uma pessoa q n seja como foi descrita ai. Mas n devemos nos deixar abalar e continuar tentando encontrar pessoas verdadeiras e qdo encontrar, n deixa-las escapar.

mary disse...

é, eu também sofro com as mudanças ;/ tudo muda e a gente é obrigado a fazer escolhas, optar, mesmo quando a gente não quer. é péssimo, mas como vc mesma disse, é a vida ;P adorei o blog ;} ;*

Bruna Bo disse...

Eu já passei muito por isso, sabe. Acho que não confio totalmente em mais ninguém, justamente por saber que é possivel acontecer denovo. Beijo! :)

Natalia disse...

Ah as mudanças... Sinto ela em todos os dias da minha vida, principalmente no meu humor heheh :) BjokS